terça-feira, 17 de março de 2009

“Crianças ciganas em contentores” rima pouco com “discriminação positiva”


O caso estalou ontem e até já foi solicitada a presença da Ministra da Educação no Parlamento. Pela troca de argumentos entre a Junta de Freguesia e a Câmara Municipal, e até pela informação do ACIDI, percebe-se evidentemente que as crianças não foram enfiadas em contentores por pura discriminação. Um projecto social parece ter estado na origem da integração das crianças na escola em questão.

O facto das crianças estarem num contentor terá sido certamente uma infelicidade resultante da falta de tacto dos responsáveis da escola e da autarquia. Mas assistirmos ontem à famigerada directora da DREN a afirmar que se trata de um caso de “discriminação positiva foi meio caminho para que o caso entrasse directamente para as manchetes da comunicação social. Margarida Moreira voltou a demonstrar uma capacidade notável para se catapultar pelas piores razões para o mainstream mediático.

1 comentário:

Carlos Santos disse...

activismo anti insurgência neoliberal http://tinyurl.com/cws3m9